• Twiin Jewelry

O desenvolvimento da primeira peça - TCC

Atualizado: Fev 4

Como a Amanda falou em outro post, a Twiin teve seu início com o meu trabalho de final de curso na faculdade de Design. E no post de hoje gostaria de contar um pouco mais desse projeto.

Quando o semestre do tcc começou, eu e meus colegas recebemos o conselho de escolhermos assuntos que tínhamos afinidade porque facilitaria a pesquisa e trabalho em geral. E como também já falamos por aqui, as mulheres da nossa família costumam se presentear com joias e sempre guardei a lembrança desses momentos especiais. Nesse contexto, vi uma oportunidade para contar uma linda história.

Com tema definido, convidei uma professora muito querida e especialista na área para ser minha orientadora. A partir desse momento, era hora de começar a dar forma ao projeto e as pesquisas.

No começo das pesquisas, defini como seria o publico alvo, observei as características do mercado e percebi que a joia é como um registro histórico da sociedade e cultura que foi criada assumindo formas e funções. Todas as sociedades fizeram uso dos adornos, carregados junto ao corpo demonstrando as práticas estéticas e comportamentais, memórias do passado ou registros da realidade sociocultural.

Assim como a joia, o graffiti é um suporte para o registro da cultura em que está inserido e dialoga com a cidade mostrando a pluralidade das culturas que podem existir num mesmo espaço urbano. O universo do graffiti é imenso com muitas técnicas, estilos, materiais e suportes que ampliam a esfera de ação do artista. Com isso, grafiteiros têm desenvolvido estilos próprios sem restrição de materiais e formas.

Decidi concentrar o meu estudo na obra do artista, e amigo, Yusk Imai. No seu trabalho que mistura formas orgânicas com figuras humanas em uma organização de um artista surrealista. Yusk preenche espaços de maneira organizada com texturas e frisos decorativos, provenientes de diversas origens, em uma escrita automática. Seu foco em cenas expressivas, espiritualizadas e profundas pontuam seu estilo. Seus trabalhos são ricos questionam a natureza humana, nossas aspirações e identidade. Suas obras são resultado de um trabalho de autoconhecimento.

E a inspiração principal, pelo menos para a primeira etapa, foi o projeto Exoskeleton Project. Onde o corpo é suporte para a arte.



Na primeira fase do projeto, junto com a minha orientadora, decidi focar em uma joia conceitual. Nela eu poderia explorar todas as texturas e elementos presentes na obra do Yusk. Escolhi a perna por ser um local incomum para ser adornado. Além de permitir muitas possibilidades, poderíamos explorar os detalhes em uma escala maior. Com as clínicas, aulas em que os desenhos eram expostos e argumentados com os professores e colegas, testei diversos formatos e composições. Selecionei durante esse processo, as peças que exploravam mais os elementos marcantes da obra do Yusk. O desenho escolhido é propositalmente assimétrico, complexo e contrastante para gerar a sensação de acompanhar o movimento da perna.



A partir da definição da peça conceitual, a decisão da peça comercial partiu dos dados de mercado e preferências do público alvo. De acordo com eles, o público pertenceria ao sexo feminino, teria entre 18 e 34 anos e na segmentação do mercado seria o consumidor de vanguarda. É grupo antenado e ditador de tendências que enxerga a joia como uma forma única e especial de expressar seu gosto e particularidades. Dentre esse público, a peça preferida é o anel. Além disso, o anel permite muitas construções e também possibilita explorar as texturas. Por se tratar de uma peça de menor escala, quando comparada à peça conceitual, optei por explorar um número menor de texturas para que uma maior pregnância visual. Desde o primeiro momento, a ideia de um conjunto de anéis foi presente, explorando toda a extensão do dedo. E foi nesse processo, que o anel escudo ganhou forma e está até hoje na Twiin.



Foi assim que a ideia, que na época nos parecia muito doida, de desenharmos peças que sempre sonhamos surgiu. Ainda mais gratificante, é poder nos conectarmos com clientes maravilhosas e suas historias. Ajudando vocês a registrarem momentos únicos. Como sempre, estamos sempre por aqui e lá no insta @twiin.jewelry - segue a gente lá (:


beijos,


Alana

TWIIN

6 visualizações1 comentário
0